Hoje não vamos ao sarcófago

Está uma paz que não se ouvem os grilos, lembro-me de ouvi-los pela última vez na Andaluzia, quando pelos campos caminhava para ir a uma festa cigana, havia-os por toda a parte, ensaiavam lindas melodias.

Hoje estão todos mal do fígado e não só, eu tenho umas incrustações em madre pérola nos rins para as quais já tomei umas gotas e fiz umas caminhadas ao logo do Tejo,porque fica mais perto que o Nilo.

Oremos então a Frida Kahlo.

Desculpem, não era esta imagem..

publicado por Isabel Afonso às 00:00 | link do post | participe