A realidade ficcionada ou não da TV

Hoje a realidade da maioria das nossas vidas não existe, a televisão define-a, principalmente para os mais incautos e esclarecidos,  isso é assustador,  sobretudo os idosos que estão confinados a realidades progressivamente menos abrangentes, constroem-na a partir de notícias alarmantes e derrotistas.

É impressionante como Vítor Gaspar fala da situação económica do país como se estivesse no Bingo a cantar números, sem nos dar a entender que está a falar de pessoas, que as taxas de desemprego são famílias desestruturadas, jovens que querem prosseguir os seus estudos e não conseguem, etc..

Não sou de lamexisses mas tudo o que é de mais cheira mal, este homem é um psicopata que não sente, não se emociona, não se desenha no seu rosto qualquer tipo de expressão, irá levar este país para um liberalismo económico radical e isso vai custar vidas, a estabilidade mental de muitos.

 

publicado por Isabel Afonso às 00:54 | link do post | participe