Constatação

Gostava que viesses explicar tudo, que te saíssem as palavras certas, que tudo ficasse arrumado em categorias e subcategorias, em conclusões e pontos finais, arquivava-se o processo.

Fazias esse favor, a ti e a mim, claro mais a mim, porque tu sabes mais do que eu, sabes tanto, podes converter tudo numa fórmula matemática e saíres  porta fora.

Caso te queiras entreter com alguma coisa bonita, lembro-te que florescem os agapantos e a Primavera aproxima-se, não posso dizer que ainda te amo, posso dizer que a propósito de coisa nenhuma vens-me à memória e às vezes isso é bom e outras  nem por isso.

 

publicado por Isabel Afonso às 23:48 | link do post | participe