Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Delicatessen

espaço destinado a pequenos prazeres

Delicatessen

espaço destinado a pequenos prazeres

Agatanhar o vazio

Abril 28, 2013

Isabel Afonso

Agarre o assunto com pinças, uma vez instalada essa sensação poderá não haver retorno, todo o cuidado é pouco, calma, calce os seus melhores sapatos, sem pressa e instale-se bem, o corpo, tudo começa e acaba no corpo, se o desprezar ele virar-se-á contra si, não é isso que quer, pois não?

 

"Ao anoitecer, Ólenka sentava-se nos degraus da entrada e chegavam até ela as músicas do Tivoli e o rebentar dos foguetes, mas nada disso lhe despertava já quaisquer pensamentos. Olhava com indiferença para o seu quintal vazio, não pensava em nada, não lhe apetecia nada, e depois, quando caía a noite, ia para a cama e sonhava com o seu quintal vazio."
Tchékhov, Meu anjinho (trad. Nina e Filipe Guerra)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D