Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Delicatessen

espaço destinado a pequenos prazeres

Delicatessen

espaço destinado a pequenos prazeres

amor

Março 21, 2014

Isabel Afonso

Amo-te

Depois da paixão

ainda te amo

ficou para sempre

Instalou-se

tornou-se incontornável

é amor

egoísta

anarca

é amor

é o peso que me liberta

da insustentável

leveza que me desagregava as partículas

é razão

é caminho

é edifício

estrutura

mal tu sabes como

floresce esta flor

no asfalto

amarela

frágil

improvável

desajustada

inapropriada

mas viva

Constatação

Março 12, 2014

Isabel Afonso

Gostava que viesses explicar tudo, que te saíssem as palavras certas, que tudo ficasse arrumado em categorias e subcategorias, em conclusões e pontos finais, arquivava-se o processo.

Fazias esse favor, a ti e a mim, claro mais a mim, porque tu sabes mais do que eu, sabes tanto, podes converter tudo numa fórmula matemática e saíres  porta fora.

Caso te queiras entreter com alguma coisa bonita, lembro-te que florescem os agapantos e a Primavera aproxima-se, não posso dizer que ainda te amo, posso dizer que a propósito de coisa nenhuma vens-me à memória e às vezes isso é bom e outras  nem por isso.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D