Lobos

 

 

 

 

Acabara de sair de sua casa, do que se tratava, o que estava ali a acontecer?

O que havia acontecido e que acontecimentos das suas vidas, das suas realidades, os empurrara um para o outro? o lugar sombrio de ambos?  sentiram-se em fusão, essa que não se constrói mas que  está lá, não percebia rigorosamente nada do que se estava a passar, não era justificado pelo sexo,pela solidão, que força tão estranha os envolveu para a seguir com mesma intensidade os afastar para sempre, ela sentiu que caso ficasse, iria participar na maior carnificina onde jamais estivera envolvida, dois lobos que não se iriam poupar, seria até à iris, transgredindo todas as regras da alcateia.

Não ficou, partiu, poupou-a, poupou-se, num acordo tácito estabelecido entre duas bestas, no entanto para ela nada voltaria a ser como antes.

publicado por Isabel Afonso às 21:39 | link do post | participe