Se um dia

Se um dia te sentir frágil, não hesitarei, porque a vida é mesmo isso, muita sacanagem, este joguinho de vinte e cinco anos, há-de acabar contigo na  minha cama aos ais e eu à janela a ver a chuva a cair.

publicado por Isabel Afonso às 22:53 | link do post | participe